VIVIAN BLASO

Sou mineira de Belo Horizonte, descobri o meu processo artístico convivendo com arte urbana nas cidades de São Paulo e Belo Horizonte. A minha arte reivindica os direitos da natureza e a inclusão de todos com igualdade e diversidade. Minha missão: contribuir com o coletivo na direção de uma vida diversa e afetiva. Por isso, a diversificação de múltiplas linguagens faz este desafio nas artes ficar cada vez mais surpreendente. Sou protetora de nascentes no Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais onde iniciei o processo de descobertas dos pigmentos naturais feitos com as terras das montanhas de minas.
Apaixonada pelas cidades e seus movimentos, sou coidealizadora do Cidades Afetivas um observatório dos movimentos afetivos que ocorrem nas cidades. Trabalho com Comunicação, Complexidade e Sustentabilidade. Doutora em Ciências Sociais pela PUC-SP, pesquisadora do Núcleo de Estudos da Complexidade (COMPLEXUS) e no Pós-doutorado Centro de Síntese USP Cidades Globais (USP CG) em Advocacy e Processos Participativos na defesa das Áreas Verdes em São Paulo. Professora em Universidades, Palestrante, Autora do livro Cidades em Tempos Sombrios. Barbárie ou Civilização. Sócia na Conversa Sustentável. Signatária do Manifesto Convivialista.